terça-feira, 16 de agosto de 2011

Gestação: Alimentação é fundamental para a saúde da mamãe e do bebê

          O momento da gestação é muito especial, mas de forma geral as mulheres não estão bem preparadas para este momento do ponto de vista fisiológico. Sendo assim a gravidez acaba acontecendo com alguns desconfortos e intercorrências que poderiam ser prevenidos, caso a mulher estivesse com melhor estado de saúde. O ideal, portanto, é preparar o corpo para a gestação, fazendo check ups médicos e nutricionais, resolvendo pequenos sintomas como constipação, azia, cefaléias, anemias, controle glicêmico, colesterol, triglicérides, tendências para cálculos, má circulação, reações alérgicas, desconfortos menstruais, problemas articulares e posturais, excesso de peso e outras questões antes de engravidar. Essa preparação, dependendo da saúde da mulher, pode demorar de 3 meses a 1 ano.

          Não sendo possível, é importante ter um acompanhamento nutricional para que pequenos problemas não se tornem grandes desconfortos para a mãe e cheguem até a ameaçar a continuidade da gestação e a saúde da mãe e do bebê.

          Quais são as principais preocupações com a alimentação da gestante? Em primeiro lugar que ela consuma todos os nutrientes que o bebê precisa para sua adequada formação e desenvolvimento, sem ficar com carência de nutrientes para as suas próprias necessidades. Fundamental, portanto uma alimentação muito variada, com todos os nutrientes (proteínas, minerais, vitaminas, gorduras e carboidratos) em quantidade adequada para as necessidades de ambos e de preferência da melhor qualidade possível. Assim, o consumo de integrais e orgânicos, importante para todos, passa a ser uma necessidade vital.

          Cada trimestre de gestação tem necessidades especificas derivadas dos diferentes momentos do desenvolvimento fetal e do estado fisiológico da mãe. Então o ideal, é que a gestante tenha pelo menos 3 orientações alimentares ao longo da gestação, para que possa se adaptar a cada situação diferente.

          Importante também que a gestante não consuma remédios, suplementos, ervas medicinais ou mesmo experimente coisas diferentes sem acompanhamento medico e nutricional para evitar surpresas desagradáveis. Inclusive produtos que estava acostumada a consumir, mesmo que naturais, devem ser informados, pois podem não ter boas repercussões no processo gravídico.

Dra. Deise Lopes, Nutricionista, Graduada e Pós graduada em Saúde Coletiva e Fisiologia do Exercício pela UnB. Mestre em Nutrição Humana pela UnB. Formação em Medicina Tradicional Chinesa com enfoque em Acupuntura Sistêmica, Aurículo Acupuntura, Dietoterapia e Fititerapias Chinesas. Coordenadora do Instituto Vida Una. Sócia do Instituto Vittá de homeopatia, nutrição e medicina integrativa.



Dia 25/08, a Dra. Deise Lopes, Nutricionista do Instituto Vittá, fará uma palestra sobre o tema, dentro do projeto Quintas da Saúde, uma parceria com a Boobambu Academia da Criança.


Serviço
Quintas da Saúde – Edição de agosto – Tema: Importância da alimentação na preparação e durante a gestação. 19:30h. Necessário confirmar presença. Endereço: CLSW 303 BL. C ED Le Parc, subsolo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário